Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Agora também sou Água

Agora também sou Água

Teatro & Arte | Teatro

Teatro Meridional

Sala Principal
Classificação Etária
Maiores de 10 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2018
set
19
a
2018
set
23
Realizado

Duração

50 minutos

Abertura Portas

20:30

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Associação Meridional de Cultura

Breve Introdução

"- Porque há de um homem querer ser água? Não estás bem assim sendo homem, rapaz? Para que queres andar aí a derreter pelas esquinas? Para que serve ter um corpo de água que escorrega entre as coisas? Para que queres tu líquido? Para te fazeres gelo quando está frio? Para te evaporares quando fica quente? Para desparecer? Para ficar ar?
- Isso pai! Para ser nuvem!"

Sinopse

AGORA TAMBÉM SOU ÁGUA convida o espetador a entrar na vida de Inocêncio um rapaz que cresceu num Bairro marginal. Este é a história do seu percurso para se transformar em água analogia ao ato de dançar, à sua vontade de ser bailarino, num lugar onde os limites da realidade o parecem afastar desse desejo, e exigir-lhe a construção de uma vida exterior a si mesmo.
Esta é uma narrativa que reflete sobre a luta pela condição humana quando esta se define pelas oportunidades do lugar onde crescemos, mas também sobre as possibilidades de descoberta e aprendizagem que crescem a partir de simples movimentos de empatia.

Motivado pela temática da criação de oportunidades e competências humanas, geradas a partir das práticas artísticas, e pelo trabalho de Formação Artística desenvolvido pelo Ator e Bailarino Rafael Barreto, no Projeto de Integração Social, no CAF (Centro de Artes e Formação) do Bairro da Cruz Vermelha, a criação do espetáculo integrou a participação de Inocêncio Gonçalves um dos jovens que inserido neste Projeto.

Promotor

DOBRAR - NÚCLEO ARTÍSTICO
A Dobrar foi criada em 2011, com Direção Artística de Ana Lázaro, e Direção Técnica de H. C. Franco (cofundadores), com o objetivo de dinamizar um programa de criação e produção de atividades artísticas e culturais, através da cooperação entre criadores portugueses de diversas áreas disciplinares.

O Núcleo Artístico estreou-se em 2011 com o Espetáculo de Teatro e Música: Por um Dia Claro, da autoria de Ana Lázaro, premiada com o Apoio: Novos encenadores, pela FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN. O espetáculo integrou a programação da FÁBRICA DAS ARTES - CENTRO CULTURAL DE BELÉM., e o FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTES PARA A JUVENTUDE ZIGUZAJG, em Malta (2012), sendo selecionado para integrar o Ciclo de Inclusão para audiências diferenciadas, do Festival. Integrou ainda o FESTIVAL INTERNACIONAL BLACKSEA na cidade de Trabzon, Turquia (2014).

Em 2012 estreia o Espetáculo ORU dedicado a Instituições escolares e Serviços Educativos, e apresentado em diversas Instituições pelo País.
Em 2013, a Diretora Artística Ana Lázaro recebe uma Bolsa da Comissão Europeia, para integrar em representação da dobrar, o encontro: ARIADNE, em Paris, organizada pela Fundação ELAN INTERCULTUREL - Artes em contextos de Adaptação Social.
Ainda em 2013 os criadores da dobrar foram selecionados pelo Swatch Art Peace Hotel Xangai, para desenvolver o Projeto: SHANGHA.I - FOTOGRAFIA e CONTOS de FIÇÃO, em residência na cidade de Xangai, CHINA. O Projeto integrou a Exposição de Arte Contemporânea: FACES & TRACES em Xangai, e a BIENAL DE VENEZA 2015. O Portfolio Fotográfico de SHANGHA.I foi apresentado no Museu ORIENTE (Festa do Livro) e editado pela REVISTA ORIENTE em 2015. O Conto CORAÇÃO DE PALMO E MEIO, da autoria de Ana Lázaro, criado a partir deste Projeto venceu o PRÉMIO NOVOS TALENTOS FNAC LITERATURA (2014).
O Espetáculo de Teatro e Vídeo: GÔDA, com autoria de Ana Lázaro e Criação Multimédia de Hugo C. Franco, abriu a 19ª Edição do Festival ACASO em Leiria e esteve em cena no TEATRO DA TRINDADE em Lisboa. Em 2015 GÔDA integrou a Programação Oficial do INTERNATIONAL ADANA THEATRE FESTIVAL, e foi apresentado em Istanbul e Adana Turquia, a convite da REDE DE TEATROS NACIONAIS TURCOS.

No âmbito do seu trabalho de criação Literária a Autora Ana Lázaro edita o Livro para a Infância: O estranho apetite de Belemundo com a Porto Editora Portugal, Editora, desenvolvendo através da dobrar Oficinas na área da Palavra aplicada às Expressões dedicadas à Infância.
Em 2016 a DOBRAR é premiada com o Apoio à CRIAÇÃO pela FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN, concedido para o Projeto: CARTAS DE DAMASCO, em cena na Fábrica das Artes CENTRO CULTURAL DE BELÉM, em 2017.

Em 2017 a DOBRAR realiza um Projeto Multidisciplinar, de Parceria com a Santa Casa da Misericórdia Irmandade de S. Roque, de formação artística para Crianças; Jovens e Utentes de diversas instituições da Santa Casa; e Apresentação do Auto de Natal Igreja de São Roque, 2017 com direção e encenação

Ficha Artística

Texto e Encenação: Ana Lázaro Interpretação: Rafael Barreto Direção Técnica e Luz: Hugo C. Franco Intérprete (Filme): Inocêncio Gonçalves Duração: 50 min. (aprox.) M/10
UMA CRIAÇÃO: DOBRAR Núcleo Artístico APOIOS: Fundação GDA Te-ato Leiria

Notas Suplementares

ESTREIA
Em Maio de 2016, na 3ª Edição do Festival SINOPSE Ator João Moital, Leiria. Foi espetáculo de encerramento do Fescénia - 4.ª Mostra de Teatro do INATEL, no Centro Cultural do Cartaxo.
Integrou ainda a Programação dos Festivais:
- PAN Festival Transfronteiriço de Cultura Portugal -Espanha
Carviçais (2016)
- Festival Aqui há Lumiar Lisboa (2017)
- Festival MUSCARIUM#3 Sintra (2017)

Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda: